quarta-feira, 13 de maio de 2009

CAMPANHA DE COMBATE AO ABUSO SEXUAL INFANTIL





* Os pedófilos aliciam adultos para ter acesso a crianças

* Cerca de 87% de abusos sexuais em crianças ocorrem dentro da família, ou envolvem pessoas conhecidas da família e da criança, tais como pai, vizinho, amigo, médico, professor.

* Somente 1 em cada 10 casos de abuso sexual é relatado

* Somente 10% dos casos de abuso sexual infantil vão para o tribunal

* Uma em seis crianças é abusada

* O abuso sexual em crianças ocorre em todos os grupos de idade, de bebês a adolescentes

2 comentários:

Andréia Santana disse...

Eu não sabia que o dia 18 era o dia do combate ao abuso sexual infantil... Vou divulgar essa camapnha assim que eu puder.
Bjks

Andréa Cristo disse...

Olá Leticia, Muito obrigada pelo comentário e pelo respeito para com a minha opinião no meu blog.

O 18 de maio, além de ser o dia da luta contra o abuso infantil, também é o dia do meu aniversário, que já passou, evidentemente. Não sei se trata-se de uma coincidência, mas me alegrei que este dia fosse o dia D. Aposto que a minha mãe deve se lembrar bem dos abusos que ela omitiu do meu padrasto e os abusos que ela mesma cometeu... eu não tive mãe... quem me pariu foi um predador. A sincronicidade foi cruel neste caso, pois se ela têm consciência isso deve doer neste dia. Dia qual, evidentemente não foi criado só para mim, mas para todas as crianças que foram e são abusadas, também em homenagem a Araceli Cabrera que foi brutalmente violada e assassinada no 18 de maio de 1973, quando eu cumpri 2 anos... Como eu era um bebê não podia conceber que também eu seria vítima da violência física e sexual seis anos depois. Você já deve saber disso, mas trato de lembrar também deste anjo que padeceu horrores por parte de monstros que não são dignos de serem denominados seres humanos. Espero que um dia isso se acabe no mundo pois já não é uma questão de cumprimento da lei, mas uma questão de vida ou morte da humanidade, que se não muda, mais vale que se auto-destrua, pois como eu disse no meu texto, isso não é um mundo, é um inferno.

Um abraço