segunda-feira, 17 de maio de 2010

17 de Maio Dia Mundial contra a Homofobia


Em 17 de maio é comemorado em todo o mundo o Dia Mundial contra a Homofobia (ódio, agressão, iolência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – LGBT). A data é uma vitória do Movimento que conseguiu retirar a homossexualidade da classificação internacional de doenças da  Organização Mundial de Saúde, em 17 de maio de 1990.

No Brasil, todos os dias, 20 milhões de brasileiras e brasileiros assumidamente lésbicas, gays, bissexuais, travestis ou transexuais -LGBT têm violados os seus direitos humanos, civis , econômicos, sociais e políticos. “Religiosos” fundamentalistas, utilizam-se dos Meios de Comunicação públicos, das Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas, Câmara Federal e Senado para pregar o ódio aos cidadãos e cidadãs LGBT e impedir que o artigo 5º da Constituição federal (“todos são iguais perante a lei") seja estendido aos milhões de LGBT do Brasil. Sem nenhum respeito ao Estado Laico, os fundamentalistas religiosos utilizam-se de recursos e espaços públicos (escolas, unidades de saúde, secretarias de governo, praças e avenidas públicas, auditórios do legislativo, executivo e judiciário) para humilhar, atacar, e pregar todo seu ódio contra cidadãos e cidadãs LGBT.

O resultado desse ataque dos Fundamentalistas religiosos tem sido:


• O assassinato de um LGBT a cada dois dias no Brasil (dados do Grupo Gay da Bahia - GGB) por conta de sua orientação sexual (Bi ou Homossexual) ou identidade de gênero (Travestis ou Transexuais);

• O Congresso Nacional não aprova nenhuma lei que garanta a igualdade de direitos entre cidadãos(ãs) Heterossexuais e Homossexuais no Brasil;

• O Supremo Tribunal Federal não julga as Arguições de Descumprimento de Preceitos Fundamentais e Ações Diretas de Inconstitucionalidade que favoreçam a igualdade de direitos de pessoas LGBT no Brasil;

• O Executivo Federal não implementa na sua totalidade o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT;

• Centenas de adolescentes e jovens LGBT são expulsos diariamente de suas casas;

• Milhares de LGBT são demitidos ou perseguidos no trabalho por discriminação sexual;
 
Travestis, Transexuais, Gays e Lésbicas abandonam as escolas por falta de uma política de respeito à diversidade sexual nas escolas brasileiras;

• Os orçamentos da união, estados e municípios, nada ou pouco contemplam recursos para  ações e políticas públicas LGBT;

• O Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e Municipais precisam pactuar e colocar em prática a Política Integral da Saúde LGBT;

• As Secretarias de Justiça, Segurança Pública, Direitos Humanos e Guardas-Municipais não possuem uma política permanente de respeito ao público vulnerável LGBT, agredindo nossa comunidade, não apurando os crimes de homicídios e latrocínios contra LGBT e nem prendendo seguranças particulares que espancam e expulsam LGBT de festas, shoppings, e comércio em geral.

1ª Marcha Nacional contra a Homofobia - 1º Grito Nacional pela Cidadania LGBT e Contra a Homofobia
19 de maio de 2010




A Direção da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais - ABGLT, reunida em 02 de março de 2010, resolveu convocar todas as pessoas ativistas de suas 237 organizações afiliadas, assim como organizações e pessoas aliadas, para a 1ª Marcha Nacional contra a Homofobia, vinda de todas as 27 unidades da federação, tendo como destino a cidade de Brasília. No dia 19 de maio de 2010, será realizado o 1º Grito Nacional pela Cidadania LGBT e Contra a Homofobia, com concentração às 9 Horas, no gramado da Esplanada dos Ministérios, em frente à Catedral Metropolitana de Brasília.

Informações sobre a marcha: http://www.abglt.org.br/

10 comentários:

Bruna Fernanda, 23 anos! disse...

Aqui é dia 06/06
E eu estarei lá mrchando *_*

Yasmim disse...

Apoio totalmente! quando é que as pessoas vão ver que preconceito não tá com nada? afz!

Ana disse...

Sou completamente favorável à causa. É lamentável ver que algo tão básico quanto à laicidade do Estado é passado por cima por essas forças conservadoras.
No meu estado (Mato Grosso do Sul) foi aprovada uma lei anti-homofobia e religiosos queriam vetá-la alegando que feria a liberdade de expressão... É mole?

Andreia Kai disse...

Olá Érica,
Lembro quando cursava o ginásio, oitava série, na idade onde a rapaziada acha tudo engraçado e praticam bullying como quem bebe água. Estudei com um rapaz que era vítima de zombarias porque um estudante do colegial, homossexual, mostrava interesse descarado por ele. Eu não sabia que este jovem homossexual apaixonado era, na verdade, meu amigo. Só fiquei a saber quando cursamos juntos a faculdade e ele me contou que era ele quem estava interessado pelo meu colega de classe. Tal confissão apenas fortaleceu nossos laços de amizade e confiança. Mas ele sempre temia que os outros colegas desconfiassem ou descobrissem sobre sua sexualidade. Achei tão triste este temor, este medo de se expor, medo que as pessoas esquecessem quem ele é e só pensassem o que ele é. É lamentável.

Queria também deixar um convite para participar de uma revista digital de Poemas que estou criando. Cada revista abordará um tema diferente e nesta primeira edição o tema é sobre anjos. Pode ser sobrenatural ou não, afinal, há muitas pessoas que são verdadeiros anjos em nossa vida!

Se interessar o endereço é este: http://revistaopoeta.blogspot.com/

Se quiser ajudar a divulgá-la, ficaria muito feliz!

Abraços!

Internet Alternativa disse...

abracem a causa vamos dizer nao ao preconceito...
http://www.netalternativa.blogspot.com/

Marcela disse...

Olá,

Apesar de alguns pensarem que o tema é batido, o fato está aí, com suas repercursões, pré - conceitos/preconceitos e afins. Acho bastante importante sim corrermos atrás de direitos, uma que vez que como argumentou, perante nossa lei maior, somos todos iguais. Embora, algumas manifestações bem como a 'parada' realizada em SP apesar de ser um dos maiores movimentos do Mundo, acaba perdendo/dissiminando alguns valores, virando mais uma pegação do que moralização social, perante ao fato. O que é uma pena. Gostei e muito de seus argumentos, se quiser e puder, poderíamos trocar algumas figuras:

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

ALIMAC disse...

Preconceito é pura ignorancia, uma coisa inaceitavel em pleno século XXI. vamos todos fazer parte desse ato contra a homofobia, e a favor do amor acima de tudo.


www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Francorebel disse...

Homofobia é crime, mas quem é que vai para a cadeia por causa disso?

Vai ser preciso morrer mais gente pros governantes e a sociedade como um todo tomarem consciência desse assunto?

Karla Hack disse...

Vi um filme sobre o tema ontem
Rezendo por Bobby
Muito bom e indico!
;D

kbritovb disse...

sou contra homofobia também, mas alguns gays se aproveitam que esse assunto está em pauta ultimamente e acabam forçando a barra