segunda-feira, 10 de maio de 2010

Depois de tua partida (Érica)

Nu Azul - Pablo Picasso

Jogada em um canto da sala fria
Abraço tua fotografia esmaecida
Invadida pela dor de tua partida
Sinto-me perdida e vazia

Desde aquele dia do adeus
Não consigo abrir as janelas
Todos meus pensamentos são teus
Todas as vontades amarelas

Quero reagir, mas não consigo
Meu coração pulsa apático e abatido
Meu corpo do teu corpo necessita
Minha alma sem tu' alma se marchita

Busco compreender tua decisão
Tento explicar tuas razões
Imagino-te vivendo outras paixões
Dançando com alguém nossa canção

Minha boca por tua boca implora
Minha cobiça por teus lábios me devora
Sinto por toda parte o teu cheiro
Imagino-me beijando teu corpo inteiro


Das noites de amor, loucura e paixão
Hoje me resta somente o desespero
Dos risos, carícias, sabores e beijos
Só tenho lembranças e desejos

26 comentários:

Antonoly disse...

Bela imagem combinada
a um belo texto.
Beijos!

Thamyzinha Iwasaki disse...

adorei o texto bastante, poetico mais ao mesmo tempo sencial e marcante, bem pareceido com nossa alma feminina.

Tute Braga disse...

Muito sensorial. Adoro! hahaa
Bjssss

B. disse...

linda imagem, belo texto!

FabioZen disse...

Muito agradável,gostei do layout e a poesia é muito bem feitaParabens1

Tatiana disse...

Nossa,a visualização do seu poema foi muito triste, pior, biografica, nostalgica.
Muito bonito a maneira que vc expoe os seus sentimentos, forte, simples e envolventes.

___
se quiser conhecer meu cantinho, será bem vinda http://coracaoonline.blogspot.com/

Lady Murphy disse...

olá Érica.
Linda a sua poesia.
você sabe mesmo trabalhar nisso. Gostei muito.

Talles azigon disse...

consigo visualizar
Minha boca por tua boca implora
Minha cobiça por teus lábios me devora
Sinto por toda parte o teu cheiro
Imagino-me beijando teu corpo inteiro

gosto muito de sua poética, de sua cultura e de seu carinho sempre estou por aqui minha amiga.


te convido para ler o post meu como convidado no mundo leitor

http://mundo-leitor.blogspot.com/2010/05/para-drummond.html

30 e poucos anos. disse...

A dor da perda é muito forte.
Ótimo poema

Deane disse...

Bela poesia. bem além de meras rimas. É bem profundo, gostei!

caarol ferreira yohana yoshitake disse...

amei o texto! *-----*
estou te seguindo, me segue? \õ
seu blog está liindo! ;B

Millena Blogueira disse...

Excelente post e imagem é perfeita.

A.C Once Caldas - SM disse...

foi muito forte realmente, palavras bem expressadas que fez com que eu e os outros sentisse admiração sobre seu post, parabens

Talles azigon disse...

dos meu caminho mesmo por dois motivos
01 não quis tirar a originalidade do poema de Drummond
02 o meu caminho se torna numeroso no percurso mais no fim sempre irão dar no mesmo lugar se tornando uno.

assim com os caminhos de Raul seixas, já escutou?

grande abraço minha grande querida

Rogerio disse...

bela poesia...muito bom...

Juliana Ribeiro disse...

Bacana o texto...
É dificil msm conviver com a perda de alguém que amamos...
Bjossss

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ANDRÉIA Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sant'Anna disse...

Muito lindo Érica! Adorei o texto e a imagem... forte e simples ao mesmo tempo... muito bom.
Nossa.., também estava com saudade daqui, quando troquei meu template, perdi um monte de links de blogs amigos; que bom que foi me visitar, agora achei o caminho de volta para cá. Já me tornei seguidora, assim não perco mais rsrs... ficarei muito feliz em tê-la como seguidora também... posso contar com sua presença em minha caixinha de seguidores??? Diz que sim, hein! rsrs
Bjks

Andreia Kai disse...

Romântico, doce e sensual. É assim que se define este poema. Também possuo um Blog sobre este tema chamado "Poemas do Vale das Sombras". Lerei os outros e pode ter certeza que virei visitar mais vezes.

Abraços!

Tailan Bertazzo disse...

è o poema é bom,o layout bunitO^^

Enfim um bom blog pra se visita

bjao

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

mito bonito mesmo... texto e Imagen.. casaram-se muito bem..
Continue assim... ^^/

Joyce Carpes disse...

Da pra visualizar cada frase com a mente. Muito bom!

Thânia Katiuce Cruz disse...

Obrigada pela visita, a beleza de um lugar está nas emoções que ele nos provoca, por isso é possível visões tão diferentes do campus samambaia.
Quanto ao poema, é belíssimo. Nem tenho palavras para definir. Já estou seguindo ;D
Beijos.

Bruna Fernanda, 23 anos! disse...

Meu mto lindooo
Amei
Vc tinha razão qnd disse q teria uma poesia aqui q eu iri gostar, na vdd AMEII((FATO)).

lINDO seu blog
Parabéns por td.

Bju e boa semana

Pedro disse...

Belo retrato do final de um relacionamento, mostra perfeitamente o que se passa quando alguém que se ama muito vai embora e nos deixa.


=)

Fábio Flora disse...

Boa imagem a das "vontades amarelas". Siga por aí. Abraços e sucesso com o blog!

Karla Hack disse...

Achei a poesia envolvente..
Bem intensa e sincera!
Gostei!
;D