sábado, 8 de maio de 2010

Jardim do prazer (Érica)

Henri Matisse Joie de vivre



Beijos com sabor de paixão
Olhares cheios de luxúria
Carícias plenas de tesão
Bocas se devorando com fúria

Tua língua despertando meu desejo
Meu suor misturando ao teu cabelo
Tuas mãos arrancando-me gemidos
Aflorando os desejos retraídos

Sinto-te sobre mim cavalgando
Ao ritmo frenético da emoção
Contemplo tua respiração ofegante
Sentindo palpitante teu coração

Nossas carnes trémulas e ferventes
                              Domadas pelos sonhos insconscientes                              
                            Entregando-nos ao poder da fantasia                            
Vamos disfrutando-nos dia a dia. 

7 comentários:

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

"ovulei" aqui..kkk belo poema..

Thiago de Barros disse...

Nossa! Entendi agora pq poema só é arte quando causa no público alguma sensação! hehehe
parabéns pela iniciativa!
acompanhe tudo sobre a Copa do Mundo: http://grandesselecoes.blogspot.com

Thiago de Barros disse...

Oi Erika! Acho que fizemos o comentário ao mesmo tempo, pq assim que vi seu blog anunciado na comunidade, eu logo vim aqui pra comentar! Aliás, acho que demorei uns 4 minutos pq tive que terminar um negócio que estava fazendo pra ler seu blog com atenção. Não gosto de, simplesmente, não ler nada e dizer: poxa, que legal! hehehe
então ainda fui ler e por sinal, gostei muito da ideia do blog. E vou salvar ele pra sempre dar uma olhada, adoro temas diferentes. Desculpa qq coisa. E brigadão por comentar no meu blog!
http://grandesselecoes.blogspot.com

Érica disse...

Thiago, eu gostei do seu blog e fiquei feliz por saber que gostou daqui. Volte quando quiser!

Thamyzinha Iwasaki disse...

humm adorei, um poemas com um tom bem profundo mais com um pouco de sensualidade de cada mulher^_^

adorei muito lindo de se ler^_^

xau

marcelman disse...

Texto reflete bem a pintura ... cores quentes e vivas.
Muito bom, parabens!
Depois da uma passadinha no meu blog.
http://artculando.wordpress.com
Beijuxxx
=)

Fábio Flora disse...

Gemidos, língua, tesão... É possível seguir um caminho menos fácil para falar de desejo. Tente. Invente. Abraços e sucesso com o blog!