segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Estrela intocável (Érica)



Já faz alguns dias que meu coração insiste em buscar-te...

Primeiro quis encontrar teus olhos no verde claro das folhagens do jardim.

Depois quis sentir o cheiro da tua pele dourada no aroma exótico da canela.

Na noite passada buscou desvendar teu mistério na lua cheia, que poderosa dominava o céu do cerrado.

No espetáculo único de um Ipê florido sob os primeiros raios da manhã, quis vislumbrar tua beleza.

Na alegria incontida das crianças que brincavam no parque, quis rever o teu sorriso.

No som dos pássaros que se encontravam para festejar o cair da tarde, quis ouvir tua doce voz.

A razão ordena ao meu coração que te esqueça, mas tal um menino atrevido e desobediente,
 ele insiste em buscar-te,

mesmo sabendo que alcançar-te é tão impossível quanto tocar uma estrela no céu.